segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Memória RAM: melhore o desempenho do seu computador

Muitas vezes nos deparamos com lerdezas em determinadas operações em nosso computador. A causa principal pode ser a falta de memória RAM (Random Access Memory), memória de acesso aleatório; com função escrita e lida aleatoriamente, onde quanto mais eu tiver tarefas mais elas poderão ser realizada simultaneamente.

Quando a quantidade de memória RAM é pouca, o sistema procura por soluções virtuais, como armazenar dados nas pastas de arquivos temporários do HD (Disco Rígido), comprometendo assim a performance do computador. O HD é uma peça mecânica e lenta, que aumenta o tempo de acesso aos dados, causando uma lerdeza sem igual ao computador. 

Neste caso, qual é a melhor solução? Aumentar a memória RAM.

Basta seguir estes passos:
1. Observe se há espaço para mais memórias na placa mãe e quais os tipos que ela suporta (veja o manual da placa mãe).
2. Saber qual o tipo de memória é preciso comprar: observe se as frequências de operações são iguais. Para isso, existem programas que dão esse tipo de informação como, por exemplo, o freeware CPU-Z   www.cpuid.com/cpuz.php.
 3. Ter cuidado na hora de colocar as memórias ou trocá-las por outras (caso não tenha mais slots, pode comprar memórias mais potentes e trocar), para não danificar as memórias e nem o slot na hora da troca. 

Fora os procedimentos de troca, aí vão três dicas para melhorar ainda mais o rendimento das memórias no PC.

1 Aos pares 
A memória dual channel (DDR e DDR2) deve ser instalada em pares combinados – se seu PC for razoavelmente novo e só tiver um pente de memória instalado, está faltando alguma coisa. Tente encontrar novamente o pente exato para criar um par. Ao atualizar, remova os dois ou nenhum dos pentes existentes, nunca um só. 

2 Velocidade 
Escolha a memória que não se resuma apenas à quantidade de RAM: também é preciso selecionar a velocidade certa para seu sistema. Os pentes de memória recebem um número que começa com as letras PC, seguidas por quatro ou cinco dígitos que representam a velocidade máxima de operação. 

3 Marca 
A memória recai em duas categorias – a memória de marca, como a feita pela Corsair e pela Crucial, e a memória genérica, de produção barata entregue às mãos de fabricantes sem rosto. Como resultado, o padrão dos componentes e a confiabilidade da memória genérica podem ser muito menores e chegar mesmo a danificar seu sistema.

Espero ter ajudado a todos que têm dificuldade em entender alguns processos de manutenção. 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...